Condomínios que reúnem moradia e comércio são tendência de mercado

Empreendimentos com moradia e comércio têm alto potencial de consumo.
Facilidade de morar e trabalhar no mesmo lugar atrai empresários.

CLIENTE UNION DATA DESDE 2007 !

Condomínios que reúnem moradia e comércio são tendência no mercado imobiliário. Para pequenos empresários, a principal vantagem é ficar perto dos clientes. Em São Paulo, um condomínio em Pirituba, na Zona Oeste, tem 123 mil m² de terreno e 27 torres de apartamentos, com ruas, pontos de táxi, comércio e um cobiçado potencial de consumo. A ex-bancária Rose Dias Magro, por exemplo, montou uma perfumaria dentro do condomínio, fatura R$ 3 mil por mês e atende, em média, 20 clientes por dia. Outro negócio que funciona no mesmo condomínio é a imobiliária de Regina Batista e Jorge de Araújo, que faz venda e locação dos imóveis e fatura R$ 45 mil reais por mês em comissões.