Reduza os conflitos sobre barulho em seu condomínio

Uma das mais frequentes discussões em condomínios é sobre o incomodo do barulho causado por vizinhos. Música alta, uso de ferramentas, som da máquina de lavar e até mesmo uma reunião entre amigos é motivo para deixar os síndicos de orelha quente. No entanto, qual a solução razoável para diminuir os conflitos?

A primeira diretriz eficiente é seguir a legislação. Ou seja, já temos algumas regras para o barulho. Ninguém deve iniciar uma obra antes das 8h da manhã ou estender aquela festa barulhenta até muito mais do que 22h. Mas, mesmo que a legislação nos oriente sobre os horários permitidos para fazer barulho, ela não determina quais tipos de barulhos devem ser evitados antes das 8h e depois das 22h.

Diante desse cenário, uma boa solução é listar os principais sons a serem evitados. Claro, não estamos falando das situações óbvias, mas estamos falando de situações como o uso da máquina de lavar roupa de madrugada. Como este eletrodoméstico normalmente fica localizado próximo a janela, pode haver vazamento de som e acabar incomodando os vizinhos. Se podemos deixar para lavar as roupas pela manhã, por que não ser legal com o vizinho e evitar o barulho?

Outro ponto importante que exige atenção do síndico é com relação a perturbar o sossego dos demais moradores. Existem muitas pessoas que trabalham durante a noite e necessitam dormir durante o dia e não pode ter o seu direito de sossego suprimido apenas porque todo barulho é permitido das 8h às 22h.

Mesmo que esteja descrito nas regras do condomínio as situações permitidas e não permitidas, lidar com a questão do barulho é uma situação muito delicada para o administrador porque não envolve as áreas comuns ao condomínio. Dessa forma, é necessário contar com o “bom senso” de todos os moradores, o que nem sempre acontece.

Assim, uma forma bastante eficiente de lidar com esses conflitos e diminuir as reclamações é realizar periodicamente campanhas educativas sobre as diversas situações incomodas que o barulho pode trazer para vida de uma pessoa. Estimule seus condôminos a se colocarem no lugar do outro para entender o quanto seu barulho pode ser inconveniente.

Esse post te ajudou a esclarecer dúvidas? Compartilhe conosco as soluções que adotou em seu condomínio.