A segurança em condomínios

Os problemas com a segurança em condomínios estão cada vez mais frequentes e, hoje, o mercado imobiliário está recorrendo até mesmo à tecnologia para automatização de processos que possam auxiliar e oferecer mais segurança para porteiros, síndicos, moradores e outras pessoas que possam estar envolvidas no ambiente.

Uma das ferramentas fundamentais para a solução efetiva, é a utilização de softwares que sejam integrados e contemple todos os recursos necessários para a proteção das pessoas e do patrimônio. Softwares que permitam acesso monitorado e armazenamento de gravações, acessos, controle de correspondências e entrada e saída de pessoas, câmeras, interfone e controle remoto da garagem também auxiliam.

Além desses recursos, deve-se unir os comportamentos dos moradores e funcionários para evitar situações de risco. Afinal, todos são responsáveis pela segurança e não se deve deixar nenhuma brecha.

Atente-se até mesmo a medidas básicas, que também contribuem para manter a segurança:

Porteiros:

• Não devem permitir que pessoas uniformizadas entrem antes de se identificarem com crachá e devem certificar-se de que foram realmente requisitadas;

• Não permitir a entrada de entregadores. Eles devem deixar encomendas sempre na portaria para que o morador a retire;

• Não permitir que moradores entrem em carro com vidros escuros fechados.

Moradores:

• Moradores devem observar as proximidades antes de abrir o portão da garagem;

• Esperar os portões elétricos serem fechados antes de sair com o carro.

Portanto, é de suma importância que o síndico promova treinamento para funcionários, campanhas de conscientização para moradores, cadastro de prestadores de serviço do condomínio e padronização na identificação e cadastro de visitantes.

De softwares às ações simples, a colaboração de todos faz um ambiente mais seguro.

Para saber mais sobre o Sistema de Gestão que pode transformar a rotina de trabalho, é só entrar em contato. Ligue: (11) 3933-5900 ou acesse o site: uniondata.com.br